Você Sabe a Diferença Entre Light e Diet? Descubra Tudo Aqui:

0
132

As pessoas quando querem emagrecer pensam logo em cortar os alimentos normais e introduzir os alimentos light e diet, já reparou? Mas, será que eles realmente servem para isso? Talvez você possa estar fazendo isso errado e não sabe.

Foi justamente pensando nisso que o Blog Ponto Diário resolveu falar sobre esta diferença, pois temos recebido muitas dúvidas sobre este tema dos nossos leitores e por isso mesmo que iremos sanar todas as estas dúvidas aqui.

Leia este artigo esclarecedor com o máximo de atenção para descobrir tudo o que você precisa saber sobre os alimentos light e diet: será que eles realmente funcionam? Uma boa leitura!

Afinal de contas, qual é a diferença entre o Light e o Diet?

O que é o alimento diet e para que ele serve na nossa alimentação:

Uma das primeiras coisas que você precisa saber é que nem sempre quem quer perder peso e emagrecer vai precisar usar um alimento diet em sua reeducação alimentar ou plano de alimentação. Isso porque um alimento quando é diet significa que ele não tem determinada composição. Ou seja, quando você compra  uma barra de chocolate diet sem açúcar, quer dizer que não existe nem um grama de açúcar naquele alimento.

Mas, nem sempre é o açúcar que será retirado dos alimentos diets. Tem produtos que estão a venda no mercado que são restritos a sódio ou a gordura, sendo assim eles são diets porque em sua composição não leva sódio ou gordura. Por isso mesmo que é extremamente importante ler o rótulo nutricional e não comprar um alimento simplesmente porque na sua embalagem está escrito que é diet.

Vale lembrar que DIET e DIETA não são as mesmas coisas. Os produtos diets foram criados para as pessoas que possuem restrição a algum tipo de alimento, tais como o açúcar, sódio ou gordura, por exemplo. Sendo assim, nem sempre o produto diet vai ser recomendado por um nutricionista para uma pessoa que quer apenas emagrecer.

O que é o alimento light e para que ele serve na nossa alimentação:

Já os alimentos lights são aqueles que têm baixa concentração de determinado alimento. Todos os alimentos lights precisam ter cerca de 25% de redução sobre um alimento. Sendo assim, ao contrário do alimento diet, o light mantém uma composição reduzida de açúcar, sódio ou gordura, dependendo do produto que você está escolhendo.

Novamente é importante salientar que nem sempre os alimentos lights são as melhores opções para quem está de dieta. Pois quando uma composição é reduzida, consequentemente outra é aumentada. Ou seja, se você comprar uma barra de chocolate light achando que está mantendo a sua boa forma, com certeza você está fazendo isso errado, pois apesar de a barra de chocolate ter menos açúcar, poderá conter mais gordura e por isso você vai engordar. Descubra aqui como emagrecer sem passar fome e sem sofrer.

Tome cuidado com as embalagens dos mercados:

Por isso mesmo que a grande indústria acaba ganhando muito dinheiro em cima da confusão que as pessoas fazem a respeito disso. Muitas pessoas acreditam que o light e o diet serve para emagrecer, mas nem sempre é assim.

Logo, é preciso que você preste muita atenção na hora da sua compra e veja o rótulo nutricional do alimento que você está levando para casa. E na dúvida pergunte sempre para o seu nutricionista se vale a pena esta substituição. De acordo com especialistas, cerca de 80% das pessoas que consomem alimentos lights ou diets não precisam disso, pois não possuem doenças que precisam de restrição alimentar.

Sendo assim, na dúvida é bem melhor perguntar a um profissional da sua confiança para que ele possa te orientar sempre da melhor maneira.

A grande indústria dos alimentos quer vender e não estão preocupadas com a questão se você sabe ou não o que significa, por isso mesmo que temos que ter sempre o cuidado de saber o que estamos levando para casa, pois você pode estar sendo enganado.

Nem sempre o refrigerante light servirá para uma pessoa que quer emagrecer e por aí vai. É preciso também tomar muito cuidado com os sucos de caixinha, pois até mesmo eles podem ter mais açúcar do que o próprio refrigerante. O que você tem que fazer é não acreditar nas embalagens e procurar sempre os rótulos nutricionistas que ficam atrás dos alimentos e que são obrigatórios conter, por determinação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here